Dia Internacional das Crianças Desaparecidas

alt

O Dia Internacional das Crianças Desaparecidas celebra-se anualmente a 25 de maio.

Em Portugal, o Dia Internacional das Crianças Desaparecidas celebrou-se pela primeira vez a 25 de maio de 2004, por iniciativa do Instituto de Apoio à Criança.

A celebração da data teve origem no desaparecimento de Ethan Patz, no dia 25 de maio de 1979, uma criança de 6 anos de Nova Iorque que nunca foi encontrada. Nos anos seguintes, pais, familiares e amigos reuniram-se para assinalar o dia do seu desaparecimento e, em 1986, no dia 25 de maio, o ex-presidente dos Estados Unidos da América, Ronald Reagan, decidiu dedicar o dia a todas as crianças desaparecidas.

Portugal foi um dos primeiros países a ter operacional o número de alerta para casos de desaparecimentos de crianças - 116 000. O Instituto de Apoio à Criança (IAC) é o instituto responsável pela gestão da linha.

A linha 116 000, criada por decisão da Comissão Europeia, é um número gratuito que está operacional 24 horas por dia e que conta com a colaboração de profissionais especializados que trabalham com organizações não-governamentais.

As organizações que intervêm nesta área adotaram como símbolo a flor de miosótis (também conhecida como “Não-me-esqueças” ou "forget me not", em inglês).

Número de crianças desaparecidas em Portugal

    2014 - 1400
    2013 - 1634
    2012 - 2366
    2011 - 2592

Na Europa desaparecem cerca de 250 mil crianças por ano (um desaparecimento de dois em dois minutos).